Belo Horizonte tem cenário de guerra após chuva de ontem (28)

A forte chuva que atingiu a capital mineira e a região metropolitana entre a noite de ontem, terça-feira (28) e a madrugada desta quarta (29), deixou na cidade um verdadeiro cenário de guerra, em algumas regiões. Além da destruição, ocorreu mais uma morte elevando o número para 53 – Segundo a Defesa Civil em apenas três horas choveu 175,6 milímetros na região central, a metade do que era esperado para todo o mês de janeiro – A força das águas arrancou o asfalto e destruiu carros e lojas na região da Praça Marília de Dirceu além de arrancar a canalização, abrindo uma cratera e interditando a Avenida Tereza Cristina, por onde passa o Ribeirão Arrudas.No temporal da semana passada, a região onde há a canalização do Ribeirão Arrudas também foi afetada. Duas vigas de concreto foram derrubadas pela força da correnteza, colocando em suspeita a realização da obra que cobriu o rio. Outras três vigas foram danificadas, mas não chegaram a cair.

A cobertura de cursos d’água é criticada por especialistas em meio ambiente e urbanismo em todo o mundo há pelo menos 20 anos. No caso de Belo Horizonte, existe inclusive a possibilidade de estouro da estrutura.

Com o fechamento do ribeirão, a correnteza, em períodos de chuva forte, faz com que a água seja jogada para fora do leito na transição da parte a céu aberto para a coberta. A Avenida Tereza Cristina, que margeia o Arrudas, é uma das vias constantemente fechadas para o trânsito em períodos de chuva forte.

Outras Notícias

FOGO EM LOTE NO RETIRO

A falta de consciência de algumas pessoas parece não ter fim! Queimadas irregulares continuam sendo praticadas em Oli...

DOAÇÕES JOGADAS NA CALÇADA

Quem passou pela Avenida Maracanã no fim da tarde dessa quinta-feira (13), se surpreendeu ao ver um morador de rua es...

PEDRAS SOLTAS NO SÃO BERNARDO

Com a maioria das ruas calçadas por bloquetes e paralelepípedos, O Bairro São Bernardo, em Oliveira, também enfrenta ...

PERIGO NO TRÂNSITO DA MARACANÃ

A via mais movimentada de Oliveira enfrenta sérios problemas no trânsito. Quem passa pela Avenida Maracanã, principal...