Procon dá orientações sobre revisão de contrato de transporte escolar

Procon dá orientações sobre revisão de contrato de transporte escolar

Após dar orientações para a negociação entre pais e escolas particulares sobre as mensalidades, durante a quarentena, o Procon-MG agora apresenta uma nota técnica com recomendações para consumidores e empresas do transporte escolar.

No texto, é estipulado um prazo de dez dias para que os transportadores enviem uma “proposta de revisão contratual, para vigorar no período de suspensão do transporte escolar”, para análise e concordância. Até o momento, não há previsão para o retorno das aulas nas redes pública e particular de ensino.

De acordo com o órgão do Ministério Público (MP), na proposta enviada pelo prestador devem constar as despesas inicialmente previstas e as não realizadas durante a pandemia, com as necessárias comprovações. O prazo de resposta para os consumidores também deve ser de dez dias.

O consumidor poderá rescindir o contrato, caso não concorde com a revisão contratual. Segundo o texto, “sendo motivada por caso fortuito ou de força maior, ocorrido posteriormente à realização da avença, não pode ser considerada como inadimplemento contratual, e, assim, nada podendo ser cobrado a esse título”.

Se houver a rescisão, e um novo contrato for realizado, as bases do acordo anterior não devem, necessariamente, ser consideradas.

Outras Notícias

FOGO EM LOTE NO RETIRO

A falta de consciência de algumas pessoas parece não ter fim! Queimadas irregulares continuam sendo praticadas em Oli...

DOAÇÕES JOGADAS NA CALÇADA

Quem passou pela Avenida Maracanã no fim da tarde dessa quinta-feira (13), se surpreendeu ao ver um morador de rua es...

PEDRAS SOLTAS NO SÃO BERNARDO

Com a maioria das ruas calçadas por bloquetes e paralelepípedos, O Bairro São Bernardo, em Oliveira, também enfrenta ...

PERIGO NO TRÂNSITO DA MARACANÃ

A via mais movimentada de Oliveira enfrenta sérios problemas no trânsito. Quem passa pela Avenida Maracanã, principal...