LIXO SE ACUMULA EM PONTE QUEBRADA

No final do Bairro São Sebastião, os moradores convivem, há mais de 10 anos, com o problema de uma ponte quebrada que passa sobre a linha férrea. Nesse período já foram feitas várias reportagens, mas o problema não foi resolvido e só piora a cada dia. Além do perigo da utilização de uma ponte de madeira improvisada, por onde passam crianças e pessoas idosas, o mato e o lixo fazem do local um ambiente perfeito para proliferação do mosquito transmissor da Dengue e de outras doenças. São garrafas, móveis, e até pneus de caminhão jogados no buraco da ponte, e ao lado da linha. Muitas casas ainda estão ameaçadas pela erosão do terreno, que fica instável nos dias de chuva. Quem mora perto tem medo, pois durante a noite o local não tem iluminação.