DIRETOR FALA SOBRE O CAMBATE À DENGUE EM OLIVEIRA

Os agentes de combate ao mosquito transmissor da Dengue e de outras doenças estão intensificando o combate aos focos e enfrentando dificuldades nas casas fechadas. De acordo com o diretor da Vigilância Sanitária Célio Damasceno, cerca de três mil imóveis se encontram nesta condição em Oliveira, o que dificultada a fiscalização e controle dos casos em várias regiões da cidade. Segundo ele a equipe de combate conta hoje com 40 agentes atuando em vários horários, e que são realizadas reuniões mensais para discutir o avanço da dengue no município.