PREFEITURA QUEIMA CAVALO MORTO EM CÓRREGO

Uma nuvem de fumaça preta pôde ser vista de vários pontos da cidade na manhã dessa terça-feira (04), isso porque funcionários a Prefeitura tiveram que queimar a carcaça de um cavalo que estava morto há vários dias na beira do córrego que divide o Centro e o Bairro Acácio Ribeiro. Moradores relataram que o mau cheiro estava insuportável. Como o corpo do animal já estava em estado avançado de decomposição não era possível removê-lo, e nem enterrá-lo, pois as máquinas teriam como chegar ao local. O cavalo morreu após ter caído de um barranco na quinta-feira (30).